Proteína C-Reativa: Auxílio no diagnóstico

A dosagem da PCR é usada na prática clínica como um marcador de fase aguda, identificando atividade de processos inflamatórios e/ou necróticos. Uma dosagem única de PCR pode auxiliar no diagnóstico, mas não deve ser usada isoladamente, uma vez que sua elevação ocorre em diversas situações clínicas.

Os níveis séricos da PCR começam a aumentar entre quatro e 10 horas após o início do estímulo, atingem valores de pico de até 1.000 vezes sua concentração inicial em aproximadamente 48 horas e, como sua meia-vida é de quatro a nove horas, retornam rapidamente a valores basais após a melhora do processo.

Tem sido recomendada a dosagem seriada da PCR em intervalos de tempo variáveis

Tem sido recomendada a dosagem seriada da PCR em intervalos de tempo variáveis, dependendo da doença em questão, pois seus níveis séricos refletem a resposta ao tratamento ou a evolução clínica em várias doenças. Assim, a elevação dos níveis séricos significa falha terapêutica ou progressão do quadro e sua diminuição indica boa resposta ou remissão do processo e, portanto, melhor prognóstico.

A proteína C reativa é o melhor marcador de resposta de fase aguda atualmente disponível. Seu papel coadjuvante na resolução de infecções por diversos microrganismos e na regulação de processos inflamatórios tem sido cada vez mais reconhecido.

QUAIS INFORMAÇÕES O TESTE PCR FORNECE?
· Detecta e caracteriza a gravidade (mas não indica a causa) da inflamação sistêmica.
· Permite o monitoramento da progressão.
· Ajuda com o prognóstico. Em vários estudos, cães com uma…

Leia mais

Gostei! (Nenhum voto)
Loading...

SAIS Nº 08 - Sociedade Hípica de Brasília - Brasília/DF - CEP:70.610-000 | (61) 3345.8333 - 3346.8333 - 99221.8856