7 dicas para identificar estresse em seu cachorro
7 dicas para identificar estresse em seu cachorro

7 dicas para identificar estresse em seu cachorro

Não é novidade que o estresse é a doença do mundo moderno, não é? Mas esse problema está acontecendo cada vez mais entre os cachorros causando muito incômodo neles. Alguns sinais podem te ajudar a descobrir se seu cão está passando por essa situação. Vale ter muita atenção em cada um dos sinais já que o estresse pode desencadear um problema maior e influenciar no bem-estar diário.

1. Hiperatividade
É muito comum esse sintoma em animais que estejam estressados, uma vez que eles se tornam incapazes de estar tranquilos e podem demonstrar isso mordendo móveis ou outros objetos da casa.

2. Movimentos repetidos obsessivos
As estereotipias, como são conhecidos, são movimentos desnecessários como correr atrás do próprio rabo ou morder qualquer parte do seu corpo. Atenção: esse só se caracteriza se seu bichinho faz algo por horas e demonstra estar confuso.

3. Reações exageradas
Cachorros que se lambem ou latem em excesso, mesmo para as pessoas com quem tem convívio diário mostram assim estar estressados. Muita atenção, porque se lamber em excesso pode desencadear uma dermatite.

4. Falta de atenção
Os cachorros que estão estressados têm dificuldade para se concentrar, prestar atenção e seguir ordens de obediência.Isso significa que o cão está com energia acumulada, ou seja, está com uma rotina inadequada para o nível de energia dele.

5. Ficar ofegante em excesso
Em situações tranquilas seu cachorro está muito ofegante? Esse é um sinal claro que ele está tentando se livrar da tensão do estresse. Em algumas vezes ofegar pode ser acompanhado de sons de tristeza.

6. Perda de pelo
Esse é um sinal crônico do estresse. A perda do pelo é causada pelo sentimento físico pela situação que está sofrendo.O cachorro pode se lamber compulsivamente ou arrancar o pelo com os dentes. Contate o médico veterinário o mais rápido possível.

7. Rigidez muscular
A rigidez muscular é muito comum e um dos primeiros sinais de estresse que o cachorro apresenta. O bichinho começa a demonstrar a contração excessiva pela cauda, patas e dorso.

O melhor conselho e a forma mais fácil de acabar com o estresse é combater diretamente a causa de tudo. Antes de tomar qualquer atitude leve seu melhor amigo ao médico veterinário. Se você quer continuar recebendo dicas e sabendo de novidades do mundo animal, acompanhe nosso blog.

Leia Também

Comentários

Deixe um comentário

* Campos Obrigatórios. Seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

SAIS Nº 08 - Sociedade Hípica de Brasília - Brasília/DF - CEP:70.610-000 | (61) 3345.8333 - 3346.8333 - 99221.8856